Quem sou eu?

18-03-2018

Photo by Przemysław Sakrajda on Unsplash
Photo by Przemysław Sakrajda on Unsplash

  Quem sou eu? de Mariana Pascoal é um poema premiado e publicado em livro. O tema, intemporal, é uma viagem intrínseca e singular. Ao ler, veio-me ao pensamento Garret, Pessoa, Florbela, José Niza.   

 Há quem queira saber quem é, há quem saiba que é ninguém, há quem diga que é um fingidor ou quem sofra por saber quem é.  

 Pois há também quem seja uma máquina da natureza, uma calma e tumultuosa revolta! 

 Leiam e descubram este belíssimo poema.

Francisco Sousa Faria da Silva © 2018

Quem sou eu?

Mariana Pascoal


Quem sou eu?

Sou aquela que chora e ri

Sou aquela que vive o que já vivi,

Já não sei se sou esta ou aquela,

E se sou aquela, já não sei quem sou...

Ora conheço a verdade,

Ora desconheço a sua origem...

A minha pessoa é uma vertigem,

Tudo gira à minha volta!

Sou uma máquina da natureza...

Vivo uma sã insanidade,

Uma calma e tumultuosa revolta,

Não sou homem, tenho a certeza!

Sou uma criação acidental...

Sou de muitos mundos,

Sou imortal!